Infelizmente deparamos-nos com uma nova praga do castanheiro. Esta “Vespa do Castanheiro”, de seu nome Dryocosmus kuriphilus, surgiu na China, entretanto foi “transportada” para Itália, já está na França e na Espanha (na zona da Catalunha), sendo portanto uma questão de tempo até chegar a Portugal.

vespa_castanheiro

Esta praga tem um ciclo anual e na altura da Primavera é quando são visíveis os sintomas na árvore, ou seja, a formação das galhas (semelhantes aos bugalhos dos carvalhos) que têm as larvas lá dentro. Inicialmente, as galhas são de cor verde-clara passando a cor rosada. Entre meados de Maio e final de Julho saem as vespas, vão pôr mais ovos, que vão passar o Inverno na árvore, desenvolvendo-se na Primavera seguinte (mas este ciclo também depende, claro está, do clima da região). Desta forma, prejudica a formação de novos ramos, e, consequentemente, a formação dos frutos. Em plantas jovens pode mesmo conduzir à morte.

galhas_verdes

galhas_rosadas

O grande problema reside nas árvores que vêm dos viveiros, que já podem vir infetadas (com as posturas nos gomos) sem que seja possível identificá-las. É por isso necessário ter especial atenção, exigindo sempre que as plantas que se adquire se façam acompanhar do respectivo Certificado, para que se possa verificar a Região de Proveniência.

A DRAPN está no terreno a fazer prospeção, e nós, técnicos, estamos de alerta.

Se tiver conhecimento de alguma situação suspeita, informe a ARBOREA, ou directamente a DRAPN, de imediato.1414